Falam-se línguas (translate)

sexta-feira, 12 de julho de 2013

Ainda há gente boa

Lembram-se deste desabafo? Ai, não, é a miúda que é linda (que é, há mais giras, pois há,  mas esta é minha). Cala-te lá que só por milagre alguém te pega. 
Pois que o assédio continua e não, não foi por causa da miúda, mas que deve envolver mão divina, isso deve. Às velhinhas simpáticas, professoras, meninas da óptica, florista, dona da farmácia e senhora da frutaria, juntaram-se ontem duas ciganas.
Tinha acabado de almoçar e dirigia-me com calma ao meu carro. Vindas de não sei muito bem caminham afoitas na minha direcção duas ciganas.
- Amori, amori, chega aqui que precisas de ajuda!
- Preciso de ajuda? (oh sorte macaca! Só me faltavam agora as ciganas para me chagarem o juízo)
Pegam-me na mão (Pronto, vão assaltar-me. Enquanto uma me agarra a outra leva-me a carteira, um clássico).
- 'mori, não tens que 'tar com essa cara, que eu estou a ver que que tens muita sorte e muito amori na vida! Ainda "hádes" ter muito dinheiro, está aqui. Tens um casamento feliz que vai durar muitos anos e os teus filhos só te dão alegrias.
(Então, e a linha que diz que me vão assaltar, qual é?).
- E não tens que te preocupar que a operação te vai correr muito bem, acredita nos médicos e tem fé no senhor teu Deus!
(Operação?! Querem ver que me vão raptar para tirar um rim?! Mas onde é que está um polícia quando precisamos dele?).
- Mas há aqui uma pessoa que te quer muito mal, amori! Muito, muito mal! É uma pessoa do mal, amori, muito próxima de ti, mas Deus Nosso Senhor está contigo que tu és do bem! Eu não te posso ajudar que só faço trabalhos do bem. Mas tens um santinho a olhar por ti. Só precisas de mandar rezar três missas a Santo Onofre, consolador dos aflitos. Mas não podes não é? Olha, fazes assim, deixas-me 5 éros que eu mando rezar, tá bem? Ai 'mori, que te quer tão mal essa pessoa!
- Mas eu não tenho aqui 5 euros. Olhe tenho aqui umas moedas que foram o troco do almoço, um euro e vinte pode ser?
- Pode, 'mori, pode. Vai com Deus. Que Santo Onofre te proteja!


Até tive vergonha dos meus preconceitos, pobres ciganas atenciosas, senti-me verdadeiramente uma pessoa do mal. Sabem o que vos digo? Ainda há gente boa, incapaz de fazer mal a alguém, ciganas do bem, com princípios. Ou pensavam que é só o bruxo de Fafe? Ah pois, antes revelar o nome dos clientes que desfazer o amor da Marisa Cruz, ética é ética. Gente do bem é gente do bem!


3 comentários:

  1. Essa canção do bandido das ciganas-bruxas apanham todos. :P

    ResponderEliminar
  2. Triste sina a minha. Resta-me um casamento feliz e a protecção dia santo Onofre :D

    ResponderEliminar