Falam-se línguas (translate)

terça-feira, 27 de maio de 2014

Pior do que...

... sem pedir a ninguém, ter de levar com uma mãe a contar com todos os pormenores a história do seu parto horrível durante a aula de natação da Mironinho, só ter de levar com duas mães a contarem com pormenor as histórias dos seus partos horríveis na mesa do lado da minha enquanto almoço. A sério, senhoras, há pessoas que querem almoçar sossegadas. Se precisam mesmo de partilhar, falem um nadinha mais baixo. 
Eu não pedi uma cesariana para depois ter de levar com as histórias das outras.
Está decidido, amanhã trago marmita.

17 comentários:

  1. A sério??? Não faça isso, vá por mim!!
    Depois tem de ouvir os partos das colegas e as gracinhas espectaculares das respectivas criancinhas.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Mas às colegas posso pedir para se calarem, às duas senhoras que estavam no restaurante não.

      Eliminar
  2. Tu tem cuidado Mirone, possivelmente nem vais conseguir digerir o almoço.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. O facto de ter almoçado já foi uma vitória.

      Eliminar
  3. Atão vou contar como foi o parto dos meus filhinhos...ah,espera, são adotados! :O

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Mas quem é que fala dos rasgões e dos pontos à mesa?

      Eliminar
    2. Magda Cherry blossom...Ó.

      Eliminar
  4. eu ia escrever mas li "rasgões" e arrepiei-me toda com a alembradura e sendo assim, já não escrevo nada…
    (Homessa, escrevi na mesma…)

    ResponderEliminar
  5. Mironinha:
    Je só tem boas histórias para contar, vezes 3 (sem epidurais nem nadica.
    Como são boas, não interessam a ninguém, vá-se lá perceber porquê!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Mas é que é mesmo, Dinada. São as velhinhas nas salas de espera dos médicos a ver quem tem a doença pior e as mãezinhas a ver quemteve o pior parto. Porquêêêêê?

      Eliminar
    2. Nem te falo da sala de espera das mamos...outro caso de estudo!

      Eliminar
  6. Mas fez cesariana a pedido? Nem por recomendação médica nem nada? Assim, a pedido?

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Pedi desde a primeira consulta, sou muito medricas... E a natureza fez-me a vontade, a minha filha esteve sempre na posição pélvica (sentada).

      Eliminar
  7. Eu acreditei que precisava de uma cesariana até ter perguntado "mas não vamos para o bloco" e a médica ter gritado "vai parir"...

    ResponderEliminar
  8. As amigas da T estão todas a parir e viram-se para ela e dizem, com uma brutal sinceridade, o que se passa nas respectivas cesarianas... A T. já diz que quando for a vez dela parir (daqui a muito tempo, espera-se...) que fecha as pernas e não deixa ninguém tirar de lá nada... :D

    ResponderEliminar