Falam-se línguas (translate)

domingo, 11 de junho de 2017

Uma no cravo e outra na ferradura

Depois, lendo o post da Picante, avalio mentalmente a minha prestação enquanto educadora quando a minha filha me interrompe os pensamentos.
-Mamã, alguns meninos da minha sala gozam com o Diamantino porque ele diz que às vezes brinca com as bonecas da irmã. Eu acho mal, mamã, cada um brinca com os brinquedos de que gosta e ninguém tem nada a ver com isso.
Sorrio e penso que sim senhora, estou a fazer um bom trabalho, estou a educar a minha filha para a tolerância e para o respeito, e ela continua:
-Mais! Os meninos que gozam com o Diamantino sonham ter um descapotável quando forem grandes. Um descapotável?! Por favor, isso é carro de menina! A Barbie tem um descapotável, as Barriguitas têm um descapotável! Eu não sei como é que há homens que gostam de descapotáveis!

E pronto,  voltamos à estaca zero.

quinta-feira, 8 de junho de 2017

Na verdade penso que me devia inteirar melhor dos conteúdos programáticos do 2.o ano do ensino basico

Se assim fosse não andaria há horas consumida com uma pergunta que a Mironinho me fez:
- Mãe, que palavra é que começa por um D e acaba em sexual que é quando os machos são diferentes das fêmeas? Assim tipo os pavões, os pavões macho são muito diferentes das fêmeas.
- Sei lá! Onde é que ouviste isso?
- Foi hoje, na aula.




Alguém faz o favor de me elucidar?

sexta-feira, 2 de junho de 2017

Selinho Blog em Bom - chancela Pipoco Mais Salgado



Quiseram os blogodeuses - na verdade quis Pipoco Mais Salgado - que a minha entrada oficial no admirável mundo dos Blogo-selinhos se fizesse pela porta grande, que é como quem diz pela atribuição do Selinho Blog em Bom. Qual cartão de militante jotinha, qual quê, ESTE é o selinho que nos abrirá todas as portas que importam. As que não importam terei de abrir com uma chave (um cartão de crédito ou uma radiografia também dão muito jeito nos filmes), eventualmente uma gazua, um pé de cabra ou toco a campainha e aguardo que abram (algo que pode levar uma eternidade ou nunca acontecer).

Assim, e por forma a poder ostentar tão distinta chancela no meu blog, atestado incontestado de blogo-qualidade e sinal inequívoco de saudável blogo-união e espírito de camaradagem à antiga, devo eleger de forma fundamentada o Blog em Bom que desejaria que fosse meu e, concomitantemente, desafiar outros cinco blogs a participarem em igual exercício. Depois resta-me esperar que alguém me tenha eleito Blog em Bom que desejava que fosse seu (parece-me ser esta eleição a condição sine qua non para atribuição do requintado e sóbrio Selinho Blog em Bom. Esta informação não dispensa a leitura do folheto informativo AQUI).

Posto isto, se eu tivesse um blog mesmo em bom teria o blog Pipoco Mais Salgado para começar sempre - e tudo - pela sobremesa e ter o Joe Dassin como sidekick.

Desafio os seguintes blogs (em muito, mas muito bom lugar no meu coação) a elegerem o seu Blog em Bom:

https://pipocamaispicante.blogspot.pt/

http://aserioputo.blogspot.pt/

http://osenhorministro.blogspot.pt/

http://pasmesequempuder.blogspot.pt/

http://www.osexoeaidade.com/








terça-feira, 30 de maio de 2017

Que maçada

Sinto que devia vir aqui dizer-vos que ando ocupadíssima, que há imensas coisas novas a acontecer na minha vida que quero partilhar convosco e que infelizmente não posso fazê-lo por falta de tempo para isto dos blogs, mas os factos desmentem-me.
A verdade é que todos os dias reservo perto meia hora da minha manhã para visitar e quase sempre comentar os blogs da minha lista e outros tantos que guardo só para mim, e que na minha vida está a acontecer o mesmo que acontecia há um ano, há dois e há três.

E é tão bom que assim seja!

quarta-feira, 24 de maio de 2017

A culpa é toda do sujeito que me deu um chá de cadeira de duas horas sem ter tido a decência de avisar que estava atrasado

ou:

soubessem os "inchados de vaidade" pela estadia de Madonna em Portugal e a eventual compra de casa em Lisboa que esta pode estar a preparar, a imagem de subserviência e provincianismo* que transmitem, pintavam a cara de preto e enfiavam-na num buraco escuro para de lá não mais a tirar.



* palavra que consta da minha lista de antipatias preferidas


terça-feira, 23 de maio de 2017

Dos males que vêm por bem

Desconfio que o meu vizinho tem uma parafilia qualquer que envolve martelos, berbequins e bricolage em geral. Também terá uma outra ligada à pirotecnia. Muito foguete se lança do terraço daquele apartamento, meus amigos. Adiante.
De há um ano e meio para cánao há semana em que não seja brindada com tum-tum-tuns, brrrrrrrrrooooooooooos, toc-toc-tocs e ziiiiiiiiiiiins ao fim do dia (o senhor trabalha, só tem aquele pedacinho antes do jantar para bricolar).
No último sábado achou por bem instalar uma pérgula no terraço, que os dias que aí vêm pedem refeições ao ar livre e uma bebida fresca ao fim do dia. Furou, martelou, aparafusou durante uma tarde inteira. Tudo muito bem, não fosse um dos furos ter aberto uma racha no tecto da minha sala.

Calha bem que andava com ideias de pintar a sala. Sendo assim vou enviar-lhe os orçamentos que pedi esta manhã.