Falam-se línguas (translate)

quarta-feira, 4 de junho de 2014

Num parque ecológico perto de si

(A meio da visita aos animais da quinta)

Criancinha adorável 1: Olha aquele burrinho lá ao fundo a andar às cavalitas do outro!

Criancinha adorável 2: Ah, não é nada andar às cavalitas. Estão a fazer cãezinhos. Foi assim que o Artur da avó pôs cãezinhos na barriga da minha Chanel. 

Professora: Quem quer ir alimentar as galinhas ponha o dedo no ar!

18 comentários:

  1. Ahahahahahahahahahahahahahahahahahahahahahahahahahahahahahahahahahahahahahahahahahahahahahahahahahahahahahahahahahahahahahahahahahahahahahahahahahahahahahahahahahahahahahahahahahahahahahahahahahahahahahahahahahahahahahahahahahah

    (Pausa para respirar)

    Ahahahahahahahahahahahahahahahahahahahahahahahahahahahahahahahahahahahahahahahahahahahahahahahahahahahahahahahahahahahahahahahahahahahahahahahahahahahahahahahahahahahahahahahahahahahahahahahahahahahahahahahahahahahahahahahahahah
    (Abençoadas criancinhas)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Andei a tarde toda a imaginar cãezinhos com orelhas de burro e a zurrar!

      Eliminar
  2. "a andar às cavalitas do outro" ahahahahahahahahahahaha
    Tão fofinho ahahahahahahaha

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. https://www.youtube.com/watch?v=gvPYXHM94DQ

      Eliminar
  3. Hum! Essa da professora mandar as criancinhas prepararem o dedo para irem alimentar as galinhas, a mim parece-me muito suspeitoso.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Ai Corvo, não se ponha a dar-me ideias, que eu só preciso de uma sugestão mínima para cair no disparate puro de duro. Colabore comigo, vá...

      Eliminar
  4. ahahahahah...o Artur....ahahahahah e a xánéle...ahahahah
    (pinguei :D:D:D:D)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Há muitas pessoas que dão nomes de humanos aos animais de estimação.
      Em casa dos meus pais, que sempre acharam pouca piada a dsar nomes de pessoas a animais, entendeu-se que os bichinhos deviam ter nome de animal, por isso houve em tempos um gato branco com manchas pretas chamado Vaquinha e um rafeirito todo preto chamado Touro.

      Eliminar
    2. As pessoas até arregalavam os olhos quando diziamos que iamos dar comida à Vaquinha ou passear o Touro.

      Eliminar
    3. Sexo, é a PDI (isto agora soou tãããão mal :D:D:D:D )

      Mironinha, tenho várias irritações de estimação sendo uma delas os Sebastiões e Salvadores canídeos. Já levei nazorelhas forte e feio por expressar essa minha opinião numa posta lá no Face.
      Acontece que tenho uma cadela castanha e, vai daí, chamei-lhe Mousse de Chocolate de Leite e Aragão.
      Lá está, pela boca... :D:D:D:D

      Eliminar
    4. Eu gosto de nomes que me façam rir. Acho Vaquinha e Touro nomes maravilhosos (mas sou suspeita) mas não me incomoda nada que dêm nomes de pessoas a animais de estimação. Parece-me que os Sebastiões e Salvadores canídeos são os novos Bobi e Tareco, uma espécie de moda, que entretanto há-de passar.
      cá em casa, os peixinhos dourados da Mironinho sempre tiveram nome de gente, com excepção do primeiro que ela batizou, por iniciativa própria, de Robalo, por ser o seu peixe favorito.

      Eliminar
    5. Eu tenho um Artur e um Gaspar... temos problemas, é?

      Eliminar
    6. Se o Artur é o que coiso na Chánele e não assumiu, parece-me que tens!

      Eliminar
    7. Infelizmente não! O pobre não tem tido grandes oportunidade de divertimento...

      Eliminar
  5. Pergunta da minha adorável sobrinha de 5 anos: Qual é a piada?

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Olha lá Lulu, a tua adorável sobrinha por acaso não tem uma cadela chamada Chanel, não? Pode dar-se o caso de ter sido ela a fazer a observação.
      :D

      Eliminar
    2. Não... em casa do meu irmão todos os animais se chamam Snoopy...

      Eliminar