Falam-se línguas (translate)

quinta-feira, 10 de abril de 2014

Os sapos fumam?

Sabem aquela história que se conta, que se pusermos um cigarro na boca de um sapo ele fuma até rebentar? Eu sei que há vários vídeos sobre o tema no youtube, mas tenho medo que seja verdade e nunca tive coragem de ver. Não é que morra de amor pelos bichinhos, antes pelo contrário, causam-me grande repulsa, mas também não tenho necessidade de assistir a violência gratuita contra o desgraçado. 
Continuo sem saber se é verdade ou não, mas desconfio que seja. Isto porque me sinto um hortelão fumador.
Estou há três dias sem olfacto e, consequentemente, sem paladar. Isto seria excelente se se desse o caso de ser daquelas pessoas que por nenhuma comida lhes saber bem - na verdade, nem bem nem mal, simplesmente não tem sabor - perdesse a vontade de comer. Ora eu sou o oposto. Por muito que coma, por não sentir o sabor dos alimentos, nunca me sinto verdadeiramente saciada, parece que tenho sempre fome. Acho que se fosse um sapo só pararia de comer quando rebentasse.

Acho que esta constipação/rinite está a ir longe demais. As dificuldades respiratórias estão a fazer estragos a nível da oxigenação cerebral, de certeza. 


4 comentários:

  1. Não te preocupes. Até ver, não se nota nada :-)

    ResponderEliminar
  2. Bem, eu venho apresentar uma blogo-reclamação, É que me constipei (a sério), tou aqui que não posso, a cházinhos e maisnãoseiquê e acho que foi aqui que apanhei o vírus.
    Ou isso ou as dificuldades respiratórias também me estão a afectar a outro nível.

    ResponderEliminar
  3. Também estive assim, quase duas semanas.
    Mas apesar de não ter cheiro nem sabor... a fome faz-se sentir.
    Mas sacio-me mais depressa! :))

    ResponderEliminar
  4. tambem sou assim, não sentindo o paladar da comida, nunca me sinto realmente saciada ;)

    ResponderEliminar