Falam-se línguas (translate)

sexta-feira, 23 de setembro de 2016

A minha vida dava um poema, dois ou três versos, vá

"Estavas, linda Mirone, posta em sossego,
De teus anos colhendo doce fruto,
Naquele engano da alma, ledo e cego,
Que a fortuna não deixa durar muito"

Ai caraças, que nunca mais marquei a inspeção do carro e terça-feira é último dia! 





Sem comentários:

Publicar um comentário