Falam-se línguas (translate)

quinta-feira, 26 de novembro de 2015

Tenho aqui uma dúvida

Tirando a solução óbvia de pregar a criança à cadeira, como é que vocês fazem para que os vossos filhos de 6 anos não caiam dela abaixo enquanto jantam?

O quê, isso não vos acontece? Só a minha é que come sentada na beirinha da cadeira, com um pé debaixo do rabo e outro no chão, desertinha para ter licença para se levantar, indiferente aos inúmeros pedidos dos pais para se sentar como deve ser? Ah, pronto...

21 comentários:

  1. O meu fica quase deitado. Rabo na ponta da cadeira e recostado para trás

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. A minha praticamente come em pé, sempre a postos para sair da mesa.

      Eliminar
  2. Respostas
    1. Já disse que o fazia, é só uma questão de passar à prática.

      Eliminar
  3. Ou te sentas bem na cadeira dos crescidos, ou volto a sentar-te na cadeira de bebé.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Já a emprestámos à prima... Mas é uma hipótese, um destes dias, quando fomos levar a cadeira, ela experimentou-a e ficou felicíssima por ainda caber nela.

      Eliminar
  4. Isso é mais a fazer os TPC. Comer sentada à mesa do princípio ao fim? Desconheço esse fenómeno...

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Pois... Há sempre uma necessidade imperiosa de ir fazer xixi, mesmo que tenha sido a última coisa que fizeram antes de lavarem as mãos para ir para a mesa.

      Eliminar
    2. Se fosse só isso. Conheço mais necessidades imperiosas: ver onde está um brinquedo, levantar o som da TV, ir buscar água ao frigorífico, ir buscar os guardanapo da cor X, etc.

      São belos momentos em família, em que nunca temos que dar um grito. Uma paz.

      Eliminar
    3. Pois, mas a essas não atendo, não tem licença para sair.

      Eliminar
  5. Pipocante Irrelevante Delirante26 de novembro de 2015 às 15:50

    Dei-lhe educação, pois então.

    Perdem-se momentos Kodak, perdão, insta, mas ganha-se paz.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Momento lodaçal maravilhoso é aquele em que ela quase faz um número de circo (aquele de puxar a toalha sem partir a louça) porque caiu da cadeira.

      Eliminar
    2. O telefone substituiu Kodak por lodaçal!!!!!!

      Eliminar
    3. Pipocante Irrelevante Delirante26 de novembro de 2015 às 16:14

      Haja respeito pelas entidades parentais!!!
      Se alguns pais treinassem o "olhar"* para as crias ao invés de o fazer para os faces, tais números não aconteciam.

      (hoje deu-me para isto)

      *mentira... algumas vezes o look vem acompanhado de sinal sonoro

      Eliminar
    4. Eu bem tento aquilo do olhar, e nem me saio mal de todo (a minha mãe foi boa mestre), mas há dias em que tem de ir acompanhado de um ralhete daqueles.

      Eliminar
  6. Ai Mirone, obrigada!
    Eu, estúpida, achava que era só a minha!
    Que come com o rabo na ponta da cadeira, ou então praticamente de pé mas só com uma perna.
    Eu digo que ela parece uma galinha!

    Luciana

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. :))))))))(
      Tenho de dizer isso à Mironinho, pode ser que funcione.

      Eliminar
  7. Macaquito consegue fazer o impossível que é sentar-se direito mas enfiar o pé por entre aquelas tabuinhas que as cadeiras têm para os pés, na minha cadeira. Já estive perto de lhe partir o pé várias vezes.
    Já ela, é como a tua, até já pensei em gravar uma cassete (daquelas que o marido da NM ainda usa) a dizer "senta-te direita, senta-te direita, senta-te direita, senta-te direita, senta-te direita".

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. O departamento de enfiar partes do corpo em sítios impossíveis é mais o de uma sobrinha minha. :DDD

      Eliminar
  8. Pipocante Irrelevante Delirante27 de novembro de 2015 às 00:14

    Tou a ver que tenho de dar uns workshops sobre boas maneiras

    ResponderEliminar
  9. Senta-te direito!

    Grito eu para o meu, que quando olha para a mãe (pronto eu) a vê com uma perna dobrada debaixo do cu e a outra com o pé em cima da cadeira com o joelho ao lado do rosto.

    *sei sentar-me bem
    **fora de casa
    ***quando há visitas também
    ****ok, se for pais/irmão sento assim
    *****detesto aquelas mesas que têm uma tábua alta presa por baixo para dar firmeza, a perna dobrada debaixo do cu depois não cabe debaixo da mesa

    ResponderEliminar