Falam-se línguas (translate)

terça-feira, 17 de fevereiro de 2015

17 de Fevereiro de 2009

Há seis anos tomava uma mão cheia de comprimidos por dia. E tenho as mãos grandes, cabem lá muitos.
Há seis anos os médicos não conseguiam perceber o que tinha ao certo. E podia ter muita coisa, nenhuma propriamente agradável.
Há seis anos fiz análises a tudo e mais um par de botas, para tentar perceber o que tinha. E demoraria uma semana a ter os resultados dessas análises, excepto uma, mais simples, cujo resultado podia ir buscar à tarde.
Há seis anos, dez minutos antes da hora de fecho do laboratório, decidi ir levantar o tal resultado. E fui.
Há seis anos chorei como não me lembro de ter chorado antes. E depois ri, voltei a chorar e ri mais.
Há seis anos curei-me de uma doença que nunca cheguei a saber qual era. Literalmente.

15 comentários:

  1. E agora está ai cheia de saúde, tens um blog e a malta curte-te bués!

    ResponderEliminar
  2. Alguma coisa me falhou na compreensão do literal. Mas não faz mal (o que eu adoro rimas!) :-) A música, claro, é "dumilhóre" .

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. A serio, literalmente, curei-me de uma doença que os médicos nunca chegaram a perceber o que era. As análises foram inconclusivas. Mas porque uma delas, supostamente a menos importante, veio positiva (descobri que estava grávida!!!!!!!!!!!!!!!) tive de deixar de tomar grande parte dos medicamentos que estava a tomar, correndo o risco de piorar bastante, mas a verdade é que me curei, tal como chegaram, os sintomas enexplicáveis, desapareceram.

      Eliminar
    2. Por razões cá da minha vida que dariam um comentário demasiado longo, resumo com a pergunta. como é que se dá um abraço à distância? É "de faz de conta", mas...aqui vai.

      Eliminar
    3. Era a parte do resultado dessa análise que (me) faltava, mas como eu não sou cusca (cof cof cof) não ia perguntar, né?!
      :-)))) Então são só motivos óptimos para comemorar!

      Eliminar
  3. Cura com brinde... melhor que ovo kinder ;)

    ResponderEliminar
  4. então, é um dia muito simbólico. E hoje com este sol, fica tudo mais iluminado, e as angústias mais eliminadas (trocadilho paupérrimo, mas...)

    ResponderEliminar
  5. E nestes 6 anos os sintomas nunca regressaram??
    Há coisas inexplicáveis...
    Tão bom que se encontra bem :)
    :)

    ResponderEliminar
  6. Os sintomas eram da gravidez... n?!
    Feliz que não foi nada e tudo passou :D

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Não, nada tinham a ver com a gravidez.
      Engravidei em Janeiro e desde o fim de Novembro que estava doente. Terá sido uma doença auto-imune, uns médicos falavam em lupus, outros sarcoidose...

      Eliminar
    2. Mas a Mironinho chegou e resolveu... :)

      Eliminar