Falam-se línguas (translate)

quarta-feira, 4 de junho de 2014

Boquiaber-ta

Vi esta imagem no Facebook. Digam-me, por favor, que é uma brincadeira, que não foi trabalho de profissionais, que é apenas um protótipo, para teste ou demonstração, que este cartaz nunca viu a luz do dia.




43 comentários:

  1. Não é erro, não Também fiquei banzada.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Fico tris-te que assim seja.

      Eliminar
    2. É que ainda por cima aquilo passa quer pela agência, quer pela Ola.
      É muita ignorância junta, caramba.

      Eliminar
  2. Podia ser pior: "já experimentas-tes?"
    (É mau, mesmo)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. FosteS muito oportuna no teu comentário. Estives-teS muito bem!

      Eliminar
  3. Como é que é possível que ninguém tenha visto o herro?

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Herro também é muito bom.
      :D

      Eliminar
    2. E como é que é possível, ainda melhor.

      Eliminar
  4. A Olá já pediu desculpa, diz que foi um "lapeço" e que vão retirar todos os cartazes.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. E fazem eles muito bem.



      (adorei o "lapeço" - muito criativo :DDD)

      Eliminar
    2. Inspirei-me nos criativos da olá :-P

      Eliminar
  5. Ah... e ainda tinha outro cartaz que dizia "Ganhas-te"... lindo.

    ResponderEliminar
  6. É por essas e por outras que eu vou a este evento…

    https://www.facebook.com/events/608843872547628/?fref=ts (3 minutos de silêncio por todos os "fizes-te", "quere-mos", "voçês" por este Portugal fora - porque a Língua Portuguesa "agradeçe".
    :DDDD

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Convida-me! Também quero ir!
      De caminho podiam organizar um evento para os "haviam" e "vão haver"e para os K em vez de Q e X em vez se S.

      Eliminar
    2. A dos K em vez dos Q's ainda é "maizómenos compreendivel", agora os X's em vez dos S's.... "pamôr da santa...."

      Eliminar
    3. Xe calhar xão pexoas com xotaque das beirax.

      De todos os faux pas desse género só sou adepta dos smileys, pelo que representaram e pelo que continuam a representar nos hábitos de comunicação da internet.
      :D

      Eliminar
  7. Se vos dissesse o valor da avença desta agência, ficavam B-A-N-Z-A-D-A-S.
    Esta shit está sempre a acontecer. A malta confia, não faz provas, olha para a bonecada e está muito bom. São todos muito bons a chupar gelados, já com os neurónios....

    ResponderEliminar
  8. É inconcebível, mas em vez de as pessoas se atirarem ao ar no facebbok e afins, melhor seria indignarem-se por causa da possível venda da primeira edição d' Os Lusíadas para pagar uma dívida do Ateneu comercial do Porto.

    http://www.publico.pt/cultura/noticia/divida-leva-ateneu-comercial-do-porto-a-ponderar-vender-1%C2%AA-edicao-de-os-lusiadas-estimada-em-225-mil-euros-1638619

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Já fui ler a notícia.
      Obrigada.

      Eliminar
    2. Eu li a notícia de manhã no DN e não queria acreditar. Parece-me que é bem representativo da importância que damos à cultura.

      Como a Marta disse, as pessoas fazem muito barulho por determinadas "causas" e deixam as mais importantes para trás.
      Obviamente que os erros ortográficos da campanha são péssimos e vergonhosos, mas convenhamos, vender a 1ª edição da epopeia nacional é uma desgraça absoluta.

      Não entendo como o Ateneu comercial do Porto detém tantas obras valiosas:
      um quadro de José Malhoa de valor estimado em 75 mil euros, um contador indo-português do século XVII avaliado em 45 mil euros, um quadro de Henrique Pousão estimado em 90 mil euros e a primeira edição de "Os Lusíadas" de 1572, estimada em 225 mil euros.

      http://www.dn.pt/inicio/artes/interior.aspx?content_id=3952404&seccao=Livros

      Eliminar
    3. A questão passará também por tentar perceber como é que se deixa acumular uma dívida deste valor e que obrigue à venda de tão valioso património.

      Eliminar
  9. Por acaso eu estou aqui balançado sem saber quem tem razão, todas dizem que está mal e tantas cabecinhas a apontarem para o mesmo lado não podem falhar o alvo, mas, la está! A malvada da eterna dúvida persiste.
    Enquanto a Melissa não vier clarificar o assunto, lamento mas não tomo opinião!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Porquê a Melissa? Não basta consultar uma gramática, um prontuário? Agora quem ficou com dúvidas fui eu.

      Eliminar
    2. Pois, não dá, não1
      Só mesmo a Magda Cherry Blossom é que consegue esclarecer o enigma.
      Gramática também não dá porque; sabe-se lá quem andou por lá a escrevinhar.

      Eliminar
    3. OCorvo está a arranjar lenha para se queimar. Preferia que não falasse noutros bloggers que não foram para aqui chamados. Digo-o aos outros comentadores, também tenho de o dizer a si.

      Eliminar
    4. Realmente! Foi um mau procedimento de minha parte, inqualificável e merecedor da pena capital.
      Comparativamente ao bom tom e esmerada educação de como se insulta e amesquinham outros bloggers, em que a Mirone generosamente dá a sua contribuição, o meu comentário ultrapassa a fronteira admissível da pejoração humana.

      Eliminar
    5. OCorvo, um ou dois posts abaixo encontra a minha posição em relação à minha contribuição noutros blogs (se OCorvo for o anónimo peço desde já desculpa por me estar a repetir).
      As pessoas foram a sua opinião sobre as outras com base nas atitudes que observam, na blogosfera fazem-no com base no que lêem.
      É legítimo que não goste de mim porque comento, e até escrevi dois posts, num blog onde nos últimos dias o nível da "troca de ideias", usemos um eufemismo, foi muito baixo. É legítimo que me ache uma pessoa mal formada, com mau carácter. É legítimo também que me veja como farinha do mesmo saco, pois se foi nesse saco que me encontrou. É a velha histtória da laranja azeda no meio das laranjas doces. Se houver uma laranja azeda sumo ficará azedo, independentemente da doçura das outras laranjas. Com isto não estou a dizer que sou a laranja azeda ou a laranja doce. O que digo, a si e ao anónimo, é que não fui em tempo nenhum mal educada e grosseira, aqui ou noutro blog, já saí, inclusive, em defesa de bloggers que estavam a ser referidos em termos pouco simpáticos. Disso tenho a certeza, disso não abro mão.
      em tempo algum o acusei de não ter bom tom ou de não mostar esmerada educação. Pedi só que não falasse de outros bloggers que não estão presentes para, se for o caso, apresentarem a sua defesa.
      Tenho noção dos meus defeitos, conheço-me muito bem. A caixa de comentários do Mirone é aberta porque aceito todas as críticas, das mais correctas às mais injustas, e porque estou em posição de me defender delas. Por esse já pedi várias vezes que não tragam para a discussão terceiras pessoas. Nem a Melissa nem a Cherry Blossom intervieram neste post, não sei se gostarão de se ver o seu nome referido aqui. É só isso que peço.
      Gosto sempre muito das suas visitas.

      Eliminar
    6. A minha alma está pasma, é preciso ter uma distinta lata para se dizer o que disse, se a mais atiradiça para o maldizer é mesmo a santinha e depois tem o descaramento de vir ralhar ao corvo que quanto a mim não falou mal de ninguém, e só que tiver mesmo a alma cheia de maldade é que não vé que é brincadeira. E depois a santinha vem como uma virgem ofendida a ralhar para não sujarem a sua casinha, mas esquece que quem semeia ventos colhe tempestades, ou calha pensa que os outros t~eem palas e não vêm a santinha de pau carunchoso que a santinha pranta.
      Eu estou parva com isto, nem nunca pensei que havia tanto descaramento neste mundo, mas quem vê carinhas de anjo não vê corações, né, queridinha?

      Eliminar
    7. Esta alminha tem mesmo lata para dar e vender. Ai Deus tão santinha quela é. Chamar Gracinha e falar no peso dela não é achincalhamento, ná, é falar bem.
      Não tens espelho na tua casa, pois não?

      Joaquina Faustina.

      Eliminar
    8. Estará tão parva que não tem sequer discernimento para ver que não ralhei ao OCorvo.
      Vejamos:
      "OCorvo está a arranjar lenha para se queimar. Preferia que não falasse noutros bloggers que não foram para aqui chamados. Digo-o aos outros comentadores, também tenho de o dizer a si."
      "em tempo algum o acusei de não ter bom tom ou de não mostar esmerada educação. Pedi só que não falasse de outros bloggers..."

      Eliminar
    9. Joaquina Faustina, falei do peso de quem e onde?
      diga-me, se souber, quem eram as Gracinhas dos posts que publiquei em em que se baseia para o afirmar.

      Eliminar
    10. Ó Deus! Até OCorvo? Ao que isto está a chegar!
      Esta bloga está uma diversão pura!

      Eliminar
  10. Respostas
    1. Este comentário foi removido por um gestor do blogue.

      Eliminar
    2. Joaquina Faustina, o tom do seu comentário é inadmissível. Vou apagá-lo.

      Eliminar
  11. Já ti-nha vis-to e pas-mei.
    Ou não...

    ResponderEliminar
  12. Olha outro:
    http://observador.pt/depois-da-ola-e-vez-da-imaginarium-escorregar-portugues/

    ResponderEliminar