Falam-se línguas (translate)

segunda-feira, 6 de março de 2017

Aquilo dos sete anos de azar

Só se aplica aos espelhos, não é? Não se aplica, por analogia, a flutues e copos de vinho que por serem delicados e de grande valor sentimental, não quisemos lavar na máquina, alinhámos na bancada da cozinha para lavarmos à mão, e que inadvertidamente derrubámos com uma cotovelada,  num efeito dominó lindo, pois não?

É que assim de repente já me parece azar que chegue.

4 comentários:

  1. Realmente, azar que chegue. Acho que é só aos espelhos sim...

    Eu no início lavava-os muito bem à mão, depois um dia pensei: que se lixe! Vão para a máquina.
    Aqui há uns dias dei um a um amigo para beber vinho e ele ficou a olhar para ele tipo... Que aconteceu a este copo??????
    Parece que tem teias de aranha!

    ResponderEliminar
  2. As vidreiras precisam de trabalhar. (É sempre a minha justificação para os acidentes que inadvertidamente provoco cá por casa...todos os dias ou quase!)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Quatro flutes e dois copos de vinho. Pumbas!

      Eliminar