Falam-se línguas (translate)

segunda-feira, 5 de dezembro de 2016

Geneticistas, médicos, enfermeiros, alquimistas, curandeiros, adivinhos, bruxos, curiosos e "palpiteiros" em geral, aproximem-se, por favor

Almocei com uma amiga filha de pai e mãe gémeos (calma, não se trata de nenhum caso escabroso incesto, dá-se apenas a coincidência de o pai ter um irmão gémeo e de a mãe ser também uma de duas irmãs gémeas) e assaltou-nos uma dúvida.
Aquilo de "ah e tal, os gémeos saltam sempre uma geração, um gémeo não tem filhos gémeos mas a probabilidade de ter netos gémeos é muito grande", é mesmo verdade, ou é tão verdade como fazer o teste da agulha ou observar a forma da barriga da mãe para adivinhar o sexo do bebé?

24 comentários:

  1. Pelo que li (alguns estudos cientificos, o que vale o que vale) há um aumento da probabilidade de ter filhos gémeos havendo familiares com gémeos, principalmente se a mãe e o pai tiverem familiares gémeos na familia.
    Nunca li/ouvi nada cientifico sobre a teoria de saltar uma geração...

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Por acaso foi algo que sempre ouvi mas que nunca aprofundei (até porque tenho gémeos na família mas nem os pais nem nas famílias dos avós havia outros gémeos). sim, que a probabilidade aumente, percebo. agora a questão que me intriga é o "salto geracional", a conversa de haver gémeos geração sim, geração não.


      Deve ser uma teoria arrancada do "estudo" que diz que se a barriga da mãe for bicuda o bebé é um menino e se for redonda é uma menina. :DDDDD

      Eliminar
    2. A genética é uma questão de probabilidades (já sem contar com as mutações). Por isso para mim essa será uma das teorias da treta mesmo. Por outro lado, há coisas que se descobrem e que à partida não estávamos a contar mas o salto geracional não faz sentido em diversas situações: imagina que eu sou filha de gémeos mas o meu marido não. Mas e se ele for neto de gémeos? Então teremos filhos gémeos ou não? E os nossos filhos terão obrigatoriamente de ter gemeos? Então porque é que há pessoas que têm filhos gemeos e também têm filhos que não são gemeos?

      Eu não acho que a teoria de "eu conheço um caso" prove nada. Aliás em todas as situações há excepção. Em termos cientificos nunca ouvi falar desse salto.

      Em termos pessoais (que não vale de nada para a escala global). Posso dizer que o irmão do meu avô materno teve filhos gémeos (tem 4 filhos, só 1 casal de gémeos), o meu avô não teve nenhum. A mãe deles tinha uma gémea. Nenhum dos filhos do meu avô (6 filhos, sendo que cada um teve 2 ou 3 filhos). Não há 1 único que seja gémeo, apesar de haver gémeos nas famílias de alguns dos meus tios que casaram com os irmãos da minha mãe.

      Do meu lado paterno: o meu avô era gémeo (e o irmão gémeo dele casou com a irmã da minha avó, não tiveram filhos, netos ou bis-netos gémeos), a minha avó tinha antecedentes de gémeos também. Nenhum dos 5 filhos dos meus avós paternos foi gémeo, nem nenhum teve gémeos.

      Em ambas as familias neste momento já existem 9 bis-netos (brevemente serão 11 pois eu e uma prima estamos grávidas): nenhum é gémeo.

      No meu caso, a família do meu marido também tem historial de gémeos. Já saltou mais do que 1 geração. Eu estou grávida do meu 2º filho e nunca tive gémeos...

      Ou seja, pela lógica de saltar gerações a minha família tinha de estar cheia de gémeos e não está :D:D:D

      Eliminar
  2. Há uma coisa linda que se chama: Imprevisibilidade!
    Com gémeos na família a coisa pode dar-se e várias vezes. Ou, pode nunca dar-se.
    Nós somos trigémeos(sim eu sei). A mulher do meu irmão está grávida de gémeos.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Confirma-se, o salto geracional é treta. Mas ouvi essa conversa tantas vezes e em situações tão distintas, muitas vezes da boca de gémeos, que hoje decidi tirar a coisa a limpo.
      Felicidades para a família, que os novos bebés tenham muita saúde.

      Eliminar
  3. Na minha aldeia, que nem é assim tão grande, -600 habitantes, há "toneladas" de gémeos, umas vezes "saltam" uma geração, outras não (muita gente das mesmas famílias, col casos de gémeos dos dois lados). Na minha rua há 5 gémeos 3+2, no casal há 11, e já só estou a falar dos "filhos", porque também há pais que são gémeos.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Ora aqui está um caso digno de estudo, qual fenómeno do entroncamento. :DDD

      Eliminar
  4. O factor genético é determinante, logo a possibilidade de esse casal vir a ter netos gémeos é muito, muito alta. Por acaso uma das minhas melhores amigas é filha única de um casal de gémeos, gémeas verdadeiras no caso da mãe e falsos do lado paterno. E sim, já conta em ser mãe de gémeos. Julgo que isso de saltar uma geração é mesmo verdade mas posso confirmar.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. É essa versão que tenho ouvido, que um gémeo não tem filhos gêmeos mas depois terá netos gêmeos. Cheira-me a patranha, mas gostava que alguém me explicasse melhor.

      Eliminar
  5. Respostas
    1. Ensine-me a responder assim, Poeta! Conte-me o seu segredo. Tem uma lista de respostas pré-formatadas, não é?

      Eliminar
  6. A minha cunhada tem uma irmã gémea e a mãe tb é gémea. No entanto a irmã gémea da sua mãe teve apenas um filho.

    ANM

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Tive de ler o comentário duas vezes, parecia o trava-línguas dos mafagafinhos. :DDDD

      Eliminar
    2. Também tive que ler duas vezes e à segunda, bem mais devagar :D

      Eliminar
  7. http://www.nytimes.com/2007/10/02/health/02real.html

    ResponderEliminar
  8. Muito interessante, desconhecia! ;)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Não perdes grande informação, diz que é treta. :DDDDD

      Eliminar
  9. Pois segundo o meu conhecimento de genética, com as gerações há mistura de genes logo a tendência é que determinadas características se dissipem/diluam. Ou seja a ideia de saltar gerações não faz sentido...

    ResponderEliminar
  10. Os meus avós tiveram 7 filhos, dois dos quais um casal de gémeos. Desses gémeos, o homem teve 2 filhos gémeos e 2 filhos sem serem gémeos; já a mulher teve uma filha
    única mas tinha já perdido uma gravidez em que teria gémeos também. Por isso essa coisa de saltar gerações não será muito correta.

    ResponderEliminar