Falam-se línguas (translate)

quarta-feira, 14 de janeiro de 2015

Agora uma adivinha

A zona comum de acesso às garagens de um determinado prédio, não sendo ampla, também não é muito apertada. Certo vizinho, senhor A, tendo feito da sua garagem armazém para os móveis da casa de sua mãe entretanto falecida, passou a deixar o seu veículo num recanto dessa zona comum, onde não passavam carros nem se dificultava a circulação a pé de condóminos.
Outra vizinha, senhora B, mulher resolvida e esclarecida, solicita assembleia de condóminos para debater o assunto. No dia e hora marcado, munida do Regulamento de Condominio, recorda que é proibido ocupar os espaços comuns, seja com viaturas seja com outros bens. Sim senhor, todos de acordo, regras são regras, vizinho A conforma-se e não volta a estacionar o carro nas partes comuns.

Adivinhem agora, caros leitores, de quem é o carro que desde o início do ano pernoita no cantinho outrora ocupado pela viatura do vizinho A.


40 comentários:

  1. Respostas
    1. A boa vizinhança é uma coisa muito bonita, não é?

      Eliminar
  2. É muito dificil Mirone....não estou mesmo nada a ver quem possa ser...

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Claro que é difícil. Ou achas que ia deixar uma adivinha "qual é coisa qual é ela, cai no chão fica amarela"?

      Eliminar
    2. Certo!
      És a maior a resolver enigmas, Nê!

      Eliminar
    3. Graxa à NM, só pode.
      Cai no chão fica amarela é a margarina planta com sabor a manteiga.
      gang de graxistas.

      Eliminar
    4. :DDDDDD
      A Planta com sabor a manteiga é amarela clarinha. Por acaso a minha adivinha era qual é coisa qual é ela cai no chão fica amarela clarinha?

      (isso da graxa era uma piadinha por causa do post da semana passada?)

      Eliminar
    5. Oh anónimo, desculpe... Recebo graxa de toda a gente menos da Mirone... Deusmalibre... Da mirone não!

      Eliminar
    6. pena já não ser natal. sempre podias fazer uns enfeites jeitosos e uns centro de mesa supimpas.

      Eliminar
    7. Cá para mim, deu a graxa toda à NM e não ficou com nada para os sapatinhos de Mr. Mirone...

      Eliminar
  3. Acho que os outros vizinhos podiam ir lá deixando uma missiva sempre que possível, com aquelas frases inspiradoras, só numa de gozo.

    ResponderEliminar
  4. Oh pá! Ele há gente que Deus me livre!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. "Não pense que é uma questão pessoal, senhor A, é uma questão de as regras serem para se cumprir."

      Eliminar
    2. a-doro!
      se calhar assaltaram-lhe o carro e alguém coloca naquele sitio de propósito!
      ou então, não. e a senhora é apenas um espécime raro.

      Eliminar
  5. É começar a deixar essa parte das regras impressa em letras garrafais no dito carro, todos os dias.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Pobres árvores, a serem abatidas para fazer tais papéis.

      Eliminar
    2. sim tens razão, as árvores não têm culpa. E escrever no próprio carro não? tipo com aqueles marcadores que depois sai.

      Eliminar
  6. Os condomínios foram inventados para nos sugar a fé na espécie humana. As pessoas são espectaculares, e em sendo vizinhos, ainda mais.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. A mim tem o feito inverso, a minha fé na humanidade e na sua capacidade inventiva não pára de crescer. De certeza que haverá uma expliocação aceitável, lógica e razoável (só que não), inventada pela vizinha B, para poder violar as regras que tão bem soube invocar na reunião.

      Eliminar
  7. Eeeeerrrrr.... (Pronto, é o que se me apraz dizer...)

    ResponderEliminar
  8. Hum.... A coerência é uma característica fantástica, não é?

    Tenho um vizinho que tem um lugar e dois automóveis. Até o reboque já tivemos de chamar, a alminha chegou a deixar a segunda viatura num corredor de passagem que obstruía a saída de umas dez viaturas. Fantástico, não é?

    ResponderEliminar
  9. Agora vai dizer ao vizinho A para pedir nova reunião!
    Santa paciência.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Também acho. Agora vão passar as noites em reuniões com este frio que está.
      Haja pachorra

      Eliminar
    2. Hão-de passar, hão-de, mas sem a minha presença.

      Eliminar
  10. Olha, olha… Então a Sexinho, aquela pessoa super-hiper-ocupada, que agora não tinha tempo para nada, muito menos para andar aqui na bloga com as amiguinhas, afinal já tem todo o tempo do mundo para andar a frequentar e a comentar no da S* e ainda por cima sobre mexericos das páginas cor de rosa dos pasquins? Huum… cheira-me que ela queria era livrar-se do blogo-gang e já não sabia como…

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Olá, Mãe da Sexinho, como está? Veio visitar-me? Que bom que é poder conhecer a mãe de uma pessoa de quem gosto tanto.

      É a mãe da Sexinho, certo? Suponho que só uma mãe esteja tão preocupada com o que faz ou deixa de fazer a sua filha com o seu tempo e com quem são as suas amigas.
      Ai, espere, não deve ser. A mãe da Sexinho não faria um comentário absurdo como este que aqui deixou.

      Eliminar
    2. Querida Mironinha, estou aqui com Querida Mãezinha que está naturalmente muito enfadada nào por alguém ter tentado fazer-se passar por ela (que é como ela diz "Oh filha, então isso quer dizer que eu já sou famosa, não é?") mas por alguém ter vindo aqui aborrecer-te com assuntos sem importância nenhuma e ainda por cima sem pés nem cabeça.
      Diz-me até Querida Mãezinha que a Anónima acima tem de andar distraida, só pode, para não ter dado pelos meus comentários na Palmy, na Filipa, na Nê, na Xaxia, na Picante e nem sequer nos posts que tenho voltado a fazer. Segundo Querida Mãezinha, por tal distração levar um tau-tau! E eu sou obrigada a concordar com Querida Mãezinha, pois não é verdade?

      Eliminar
    3. *"...por tal distração devia levar um tau-tau!"

      Eliminar
    4. Por mim levavam todas que nesta peixeirada em que se meteram todas descuraram os filhos e os maridos, que vai daí a xaxia ter tantos remorsos que até nem o jantar fez para a filha e foi comprar uns doradinhos à pressa que calhando ate já tinham passado o prazo de validade.
      Quem vos fez mães devia ser preso.
      O que vos ficava bem era serem o gang das desocupadas sustentadas, inuteis! Trabalhamos mais no convento numa hora do que voçês todas numa semana
      Madre Superiora.

      Eliminar
    5. Mas respondeste. porquê? Sentes te tocada, não sentes?
      Se não te sentisses culpada não respondias.
      És muito espertinha mas não caças ratos. Espertalhuça!!
      Madre Superiora.

      Eliminar
  11. E ninguém tem um palito? Um em cada pneu do carro, no pipo, a vazar durante a noite... era bem.
    (Vá, não sejamos mauzinhos, esvaziar os 4 pneus de uma vez era muito mau, mas... um à frente e outro atrás na diagonal..... ehehehehehehe)
    IF

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Ehpah, isso não, antes uma reunião de condomínio todas as semanas. Antes uma vizinha egoísta que viver no faroeste onde cada um resolve as coisas à sua maneira.

      Eliminar
  12. E o que tem essa vizinha a ocupar o lugar onde deveria ter o carro?...

    ResponderEliminar