Falam-se línguas (translate)

segunda-feira, 12 de maio de 2014

"Mood" da semana

Mood. E esta, hein? Só a palavra já traz felicidade. Já se sentem mais inspirados?

Aqui vai, então.
  
Duas festas de aniversário infantis, uma primeira comunhão e uma revelação bombástica depois, aqui me encontro, qual noiva do Trio Odemira, branca e radiante.

Entretanto:

Isto de vestir meias da cor exacta da pele não está com nada quando temos a pele cor de lula anémica e não é assim tão elegante.

- Mãe, eu conheço a senhora que está naquela estátua, é Maria, a mãe de Jesus! Nesta igreja também há estátuas de Maria!
- Eu sei, eu sei, mas fala baixinho...
- Mãe, quem é aquele senhor que está pendurado naqueles paus lá à frente?
- É Jesus... Shhhh, fala baixinho.
- Em adulto e ainda com fraldas?! Que vergonha!
(é um bilhete para o inferno faxabór)

E diz a cunhada (médica! senhores, médica!):
- Vai lá buscar uma linha e uma agulha que eu já te digo e tiram-se já as teimas.
 É isto, parece que lá para Novembro vou ser tia de um lindo menino púdico que na ecografia decidiu estar escondidinho e não mostrar nada. 

Quem é que precisa de frases inspiradoras e blogs zen quando se tem uma família destas?



10 comentários:

  1. "Mãe, quem é aquele senhor que está pendurado naqueles paus lá à frente?"
    AHAHAHAHAHAAHAHAHAAHAHAHAHAAH!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. "De fraldas?!" Tinhas de ver a indignação dela.

      Eliminar
  2. AHAHAAHAHAHAHAHAAHAHA
    A culpa é tua, que não lhe ensinas as cenas da vida.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. A miúda tem 4 anos. Achas que vai entender que alguém foi cruxificado para nos salvar, pah?
      Neste momento sabe que há Jesus, aquele bebé do presépio e cujo nascimento celebramos no Natal, que nos ensinou a sermos bons para toda a gente, que está no céu e gosta muito de nós.
      "- Vá, porta-te bem que ele está a ver e fica triste.
      - É uma estátua, mãe, não consegfue ver.
      - Não, o verdadeiro, que está no céu.
      - Esta igreja tem telhado..."

      Eliminar
    2. Para 4 anos, a chavala dá-te a volta cá com uma pinta!!
      Não interessa, a culpa é tua e prontoS.

      Eliminar
  3. Mironinha tem resposta pronta. Que delicia...
    Ah ah ah ah ah ah ah ah ah ah ah

    ResponderEliminar
  4. Olha que o ponto de vista da criança é muito lógico! Ahahaha!! Já lhe compraste a mesa de snooker roxa?

    ResponderEliminar
  5. Mirone, essa cena da linha e da agulha , é muito antiga. Quando eu era adolescente, há 40 anos, para vermos quantos filhos iríamos ter, se era menina ou menino, abanávamos a linha com a agulha enfiada, sobre a palma da mão.
    Já não me lembro o que é que tinha que acontecer, mas eu aldrabava sempre de maneira a ter um casalinho.
    Este post fez-me voltar à minha infância.
    Agora a Mironinha é cá uma espertalhona...

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Eu sempre ouvi falar nisso, mas nunca acreditei. Ontem estavamos a falar sobre o sexo do bebé que aí vem e uma das presentes, que é médica, é que veio com essa brincadeira. Se for menina a agula anda à roda, se for menino a agulha anda para trás e para a frente. Quando se souber o sexo do bebé eu depois venho cá contar. :D

      Eliminar