Falam-se línguas (translate)

quarta-feira, 5 de março de 2014

Coisas que me acontecem

Não tenho paciência, feitio, tendência, o que quer que lhe queiram chamar, para embarcar em histerias, febres, loucuras, rebanhos, o que quer que lhe queiram chamar, atrás de negócios recém inaugurados. 
Por exemplo, sou incapaz de, conscientemente, ir a um restaurante logo que inaugura. Das poucas vezes que o fiz, levei barretões monumentais, comida de má qualidade (ou de qualidade inferior à anunciada e cobrada), tempos de espera injustificáveis, muita confusão... Pode dar-se o caso de ir a passar e precisar de almoçar ou jantar e entrar e vir depois a saber que o restaurante abriu há poucos dias. Na generalidade sou da opinião que perante um negócio novo convém esperar, deixar a poeira, ou os confetti da inauguração, assentar para avaliar a qualidade da "coisa".
Recordo-me perfeitamente de só ter ido ao Colombo uns três ou quatro meses depois de ter sido inaugurado - e não altura não se falava noutra coisa, ai que é um mundo, ai que na Europa não há igual, tens de ir, como é que ainda não foste?
Mas uma coisa é deixar assentar a poeira, outra é deixar que o negócio ganhe teias de aranha, que é mais o que eu faço.
Há seis meses abriu uma casa de sandes de leitão aqui por baixo. Achei por bem não ir logo, tinha muito tempo para experimentar. Deixei passar um mês, dois, três. Acabei de descobri que a casa de sandes de leitão fechou no fim de Fevereiro.

Acontece-me tantas vezes.

6 comentários:

  1. Minha querida mirone, tenho para mim que somos almas gémeas e isso é deveras perturbador... :D

    ResponderEliminar
  2. Nunca cheguei a saber se as sandes eram boas...

    ResponderEliminar
  3. Melhor para si, não lhe parece?
    Se fossem boas agora andava pelos cantos a chorar, ai ai meu Deus, sou a mulher mais desgraçada do mundo. Então não era que as sandes eram tão boas e agora fechou. Ai ai...
    Mulheres e a sua lógica sem lógica...bah!!!
    E mais não digo!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Não costumo comer sandes de leitão muitas vezes. Gosto, é verdade, mas não me fazem correr (tanto assim é que acabei por nunca lá ir)... De qualquer maneira, concordo consigo, não sou nenhum Nobel da lógica.

      (já não vinha cá há muito tempo, caro "e mais não digo")

      Eliminar