Falam-se línguas (translate)

quarta-feira, 11 de dezembro de 2013

Quem não se sente

Não é filho de boa gente.
Estou sentida, leitores, muito sentida, magoada. Não é convosco, descansem. Estou sentida, mas ao mesmo tempo grata por não ser vendedora porque do que me é dado a ver não percebo nada de vendas.
Não estou a falar dos vendedores de cartões de crédito, de telecomunicações ou filtros de água que nos abordam sem serem solicitados. Estou a falar daquelas pessoas que percebem mesmo de um assunto e cujos preciosos conselhos procuramos. Estou a falar da menina que me atendeu na perfumaria e que me fez sentir uma velha desleixada.
Vamos lá ver uma coisa minha anãzinha de pele porcelanosa e impecavelmente cuidada. Quando uma cliente a aborda ao fim do dia, cansada ao ponto de já estar por tudo, e lhe pede uma base para peles sensíveis e secas a riquinha não desdiz a cliente "Mas a senhora não tem pele seca, tem a pele completamente desidratada, um desastre! A senhora não trata a sua pele, pois não!". Se eu lhe digo que trato e até lhe digo que produtos são, o pigmeuzinho de negras vestes não se ri. Nem me diz secamente que "isto só vai lá com um anti-age de hidratação profunda" que por acaso custa a módica quantia de 127 euros, combinado com uma base de 52 euros. Nem insiste que a minha cor é o 03 se eu lhe digo que essa é a que eu uso e vim comprar outra porque acho que essa já está um bocado escura para esta altura do ano  em que o bronzeado do Verão já lá vai.  Se me tivesse perguntado antes "e porque é que não experimenta este hidratante profundo com propriedades anti-age combinado com esta base?" garanto-lhe que alegremente ostentaria uma tez ral 540 (laranja galp). Sendo assim, nem um bâton do cieiro. Espero bem que o seu salário seja fixo e não dependa de comissões de vendas.

18 comentários:

  1. "Mas a senhora não tem pele seca, tem a pele completamente desidratada, um desastre! A senhora não trata a sua pele, pois não!? Isto só vai lá com um anti-age de hidratação profunda"

    AHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAAHAHAHAHAHAHAHAHAHAAHAHAHAHAHAHA

    Obrigado.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Já vi marketing de guerrilla a causar menos desconforto. As técnicas de venda agressiva não me agridem tanto.
      Obrigadinha pela solidariedade ó Factos!

      Eliminar
  2. Deu-lhe uma cosinha má, só pode!

    Beijinhos Marianos! :)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Era o fim do dia, mas quero acreditar que não tinha um ar assim tão acabado.

      Eliminar
  3. Credo! Eu acho que essa não deve vender muito... É que, parecendo que não, as pessoas não gostam muito que lhes digam que estão um caco. Assim, de chofre, e sem aviso prévio... Ainda bem que eu nunca lhes peço opinião. "Precisa de ajuda?" "Não, obrigada!" Caso contrário habilitava-me a ouvir que pareço um fantasma, múmia, etc, etc.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. A mim, nem um bâton do cieiro ela há-de vender.

      Eliminar
  4. 127 euros por um hidratante? Então não! Mais depressa me besuntava de margarina ou creme nívea. Conselho amigo, desta que resolveu abraçar a crise para se libertar da escravatura de perfumaria: vichy. Em conta, e funciona tanto como os outros.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Já não bastava ter enxovalhado a cliente, a menina achou por bem sugerir o creme mais caro da loja. Mas alguém compra um hidratante desse preço? É que até a pele se me escamava toda.

      Eliminar
  5. Não me surpreende, já vi esse "filme" várias vezes. Chateia um bocadinho, mas não é para levar a sério... ou pensando melhor, laranja Galp até que me parece bem para a quadra Natalícia, fica giro e alegre com apontamentos em doirado.

    ResponderEliminar
  6. Hum, hum, pois, deve ser isso, com doirado fica bem. Dá-se o caso de eu não ter uma carteira d'oiro e não me apetecer gastar a pequena fortuna que ela sugeriu.

    ResponderEliminar
  7. Vê lá, se precisares posso mandar-te aí a casa a senhora dos cremes que esteve por cá. Aquela dos cientistas da Nasa! Mas vou avisando que ela disse-me exactamente mesmo, a pele desidratada, um horror, blá blá, blá.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Ainda estou em choque. Já me vi ao espelho mais vezes hoje do que no resto do mês.

      Eliminar
    2. Acho que talvez possas fazer aquela constatação óbvia que qualquer mulher faria: isso é dor de cotovelo!

      Eliminar
  8. Isso foi assim tipo, numa loja que Começa em "Com..... e termina em perfumes?

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Não posso adiantar muito, mas tem "panhia dos" pelo meio :)

      Eliminar
    2. Uma dessas Senhoras no Vasco da Gama perdeu uma venda que ultrapassava os 10000 € por ser parva (tenho a impressão que é um critério de recrutamento). Fui lá com uma comitiva de um país africano. A Senhora para além de antipática foi racista. Eu virei-lhe costas e levei a comitiva para uma que começa por D e termina em S. E foi o que eles gastaram: aproximadamente 10000€ em perfumes. De realçar que eram 3 pessoas. Nessas lojas nunca mais entrei nem entrarei.

      Eliminar
  9. Mironinha do meu coração, se queres algo verdadeiramente bom (ando há que seculos para fazer um post disto) vai à farmácia e compra ampolas de vitamina C da Martiderm e o creme também da Martiderm. Não são caros e depois me dirás a enooooooorme diferença que vais sentir na pelinha!
    Quanto à menina bendedeira, é uma peninha que ela e outras que tais nunca mais percebam que elas só são as bendedeiras, a cliente, a pessoa dos carcanhois somos nós!

    ResponderEliminar