Falam-se línguas (translate)

terça-feira, 3 de dezembro de 2013

Ingrata e estúpida, que uma desgraça nunca vem só.

Eu sei que sou tudo isso, mas tendo em conta as mil e uma fotografias de bolachinhas que populam o Feiceboso, sendo que em alguns casos a coisa virou negócio, e mais as pessoas que, dando o melhor de si, as fabricam e oferecem aos familiares e amigos pelo Natal, atrevo-me a sugerir: este ano pode ser outra receita que não a de bolachas de manteiga da Bimby super fácil sai sempre bem (e igual, aqui ou na China...)?

5 comentários:

  1. Ohpah... basta acrescentar, à mesma receita, uns pozinhos de canela, noz moscada e gengibre em pó e logo parece outra coisa!

    (digo eu, que fiz isso o ano passado, e sem bimbalhada para ajudar!)

    ResponderEliminar
  2. Parece que te fico a fazer companhia na ingratidão e estupidez. E ainda por cima nem tenho Bimby.Sou uma triste, é o que é.

    ResponderEliminar
  3. Eu valorizo muito quem dispõe do seu tempo para fazer os presentes, valorizo mesmo, que esticar a massa, e embalar ainda leva algum tempo e dá trabalho, implica dedicação. Mas a certa altura as bolachas são todas iguais, lá se vai a ideia de personalizar o amor que oferecemos.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Já há alguns anos que opto por oferecer docinhos à família - mas lá vou tendo o discernimento de mudar as receitas - afinal tenho um blogue de culinária para alimentar!!!

      Eu gosto mesmo de dar o presente - é muito económico, o que ajuda nestes tempos, ainda por cima estando desempregada - mas há que variar, como dizes! Se um ano são bolachas de manteiga, para o próximo que sejam de limão, ou bombons de chocolate caseiros, haja imaginação! (este ano - e não digas a ninguém - vão ser palitinhos de biscoito com cobertura de chocolate ;))

      Eliminar
    2. É a minha morada que queres saber, é? Qualquer um dos presentinhos, ou todos, serão bem vindos! :)

      Eliminar